Depósito de fogos de artifício que explodiu em Juazeiro do Norte não era mais utilizado, dizem proprietários

Apesar da recusa de conceder entrevista, a versão dos familiares responsáveis pela casa onde explodiram fogos de artifícios na noite desta terça-feira, 4, em Juazeiro do Norte, é de que o local não era utilizado. A informação foi reproduzida por Romão França, secretário da Agricultura e Abastecimento de Juazeiro, e pelo tenente coronel Agnaldo Viana, do Batalhão Corpo de Bombeiros, que estiveram no local.

Apesar de não haver vítimas, a Defesa Civil e a Perícia foram acionadas.

A versão de que o local estava guardando o material foi dada ao Corpo de Bombeiros. No entanto, o tenente-coronel contestou a informação afirmando que há indícios de que a residência estivesse sendo utilizada para a fabricação, pois foi encontrado material para embalar as mercadorias. O tenente disse que é preciso aguardar as investigações dos fatos.

Para um ponto produzir e armazenar materiais explosivos é preciso ter autorização do Exército e do Corpo de Bombeiros, pelo menos desse último a residência não tinha o aval. Além disso, a fábrica precisa estar distante de residências comuns.

A família informa também que tudo funcionava de maneira regular. No local, foi encontrado um extintor de incêndio vencido em junho de 2009.

Fonte: O Povo
Foto: Raiana Lucas/ CBN Cariri

Posts Relacionados

Sobre o autor

Adicionar Comentário